Uso de cannabis medicinal no Brasil cresceu 110% em 2021, afirma associação

O aumento é reflexo da facilitação das importações e novas autorizações concedidas pela pela Anvisa.

Cognys

  • 19/05/2022
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
O canabidiol (CBD) é um dos mais de cem compostos da Cannabis sativa e um dos mais estudados para fins medicinais. (Fonte: iStock)

A demanda para importação de produtos de cannabis medicinal atingiu mais que o dobro em 2021 comparado ao ano de 2020, de acordo com o levantamento da BRCANN (Associação Brasileira da Indústria de Canabinóides). Segundo a BRCANN, no último ano, as solicitações tiveram um aumento de 110% em relação ao ano anterior.

Em anos anteriores, os pedidos para uso dos medicamentos já vinham crescendo, mas com a pandemia se intensificaram ainda mais. Segundo os especialistas, a COVID-19 influenciou o aumento da procura devido a diversas condições, como dores crônicas, fibromialgia, distúrbios do sono, depressão e ansiedade.

De acordo com Tarso Araújo, diretor da BRCANN, a maior procura por parte dos pacientes vem também de um aumento na busca por informação. "São os próprios pacientes que buscam como aliviar os seus sintomas e descobrem os benefícios terapêuticos do CBD (canabidiol). O que ainda enfrentamos, infelizmente, é uma resistência por parte da classe médica em reconhecer o benefício", afirma. O diretor destaca ainda um aumento na demanda por parte dos pacientes adultos e idosos, para o tratamento de dores crônicas, epilepsia, Alzheimer e Parkinson.

Link da notícia completa, clique aqui.

fonte: Folha de S. Paulo