Teste de força de preensão pode ajudar na detecção de neuropatia diabética

Estudo sugere que falta de sensibilidade nas mãos pode indicar problemas conectivos entre os nervos periféricos e o cérebro.

Cognys

  • 15/07/2021
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
Testes de preensão podem ajudar na identificação de distúrbios neurológicos decorrentes da diabetes tipo 2 (Fonte: iStock).

Um método com base no teste de preensão para o diagnóstico precoce de neuropatia em pacientes com diabetes tipo 2 está em desenvolvimento por pesquisadores brasileiros. No estudo, realizado pela Universidade Cruzeiro do Sul, participaram 36 voluntários: 24 com diabetes e sintomas da complicação, outros 12 com a doença, mas sem sintomas; o restante não possuía diabetes e serviu como grupo de controle.

A tarefa consistia em aplicar força nas mãos ao segurar um objeto por dez segundos. Após diferentes avaliações, foi constatado que os grupos que apresentam diabetes usaram metade da força que o grupo saudável aplicou. Isso indica que mesmo o grupo diabético aparentemente saudável, já apresentava sintomas sutis da complicação.

Para os cientistas, a aplicação de menos força nesse tipo de tarefa não significa apenas uma perda de sensibilidade nos dedos, mas problemas de conexão entre os nervos periféricos e o cérebro, que é a principal causa da perda de força no tato. Os pesquisadores estão avaliando a confiabilidade desse método e quais os melhores equipamentos para mensuração.

Link da notícia completa, clique aqui.

 

COGNYS
diabetes
pesquisa
neuropatia diabética
diagnóstico precoce
fonte: Galileu