Estudo da FMUSP aponta presença de herpesvírus humano em tecido de aneurismas

Equipe aponta que a presença de infecção por EBV e TTV em amostras de tecidos de Ais é inédita.

Cognys

  • 22/07/2021
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
A partir de avaliações, feitas em pacientes com aneurismas, foi detectado o material genético dos HHV e do TTV. (Fonte: iStock)

Uma pesquisa desenvolvida na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) identificou, pela primeira vez, a presença de dois tipos de vírus em amostras de tecidos relacionados com aneurismas intracraniano (Als). A partir de avaliações, feitas em pacientes com aneurismas, foi detectado o material genético dos herpes vírus humano (HHV) e do torque teno vírus (TTV); um estudo de caso apontou a presença do DNA viral nas artérias cerebrais dos aneurismas.

No decorrer do estudo, 35 amostras de aneurismas foram estudadas. É válido ressaltar que em 16 das 35 amostras, ou seja, 46%, foi comprovada a presença do vírus. Além disso, outros 15 pacientes apresentaram o HHV , enquanto um deles apresentou o TTV. Segundo um dos pesquisadores responsáveis pelo trabalho, Nicollas Nunes Rabelo: “esta é a primeira descrição na literatura que estabelece a presença de infecção por EBV e TTV em amostras de tecidos de Ais”. Ele também acrescentou que “estes achados mostraram que a infecção por vírus pode contribuir para a fisiopatologia da formação, progressão e ruptura de AI ao modular fatores inflamatórios e imunológicos da parede do vaso”.

De acordo com o responsável pelo estudo, a população brasileira é carregada de determinantes sociais, como o acesso precário à educação de qualidade e baixa renda. Favorecendo, assim, sua cronicidade e todas as alterações relatadas no estudo. O especialista também afirma que os resultados do trabalho podem contribuir de forma significativa para os estudos sobre a influência das infecções por vírus na formação dos aneurismas.

Link da notícia completa, clique aqui.

COGNYS
MEDICINA
pesquisa
aneurisma
virus
fonte: Jornal da USP