Dose única de vacina contra COVID-19 é estudada por pesquisadores de Stanford

Devido à corrida para a criação de vacinas, cientistas acreditam que estudos não poderão ser aplicados ainda na pandemia.

Cognys

  • 14/01/2021
  • 0
  • 0
  • 1
Favoritar
Dose única de vacina contra COVID-19 é estudada por pesquisadores de Stanford. (Fonte: Revista Galileu)

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, está estudando uma vacina de dose única para a COVID-19. A ideia é que o imunizante não exija uma cadeia de armazenamento e transporte sob baixas temperaturas e, por consequência, seja mais barata também.

 

O estudo combinou a proteína spike do SARS-CoV-2 com nanopartículas de ferritina, proteína abundante em ferro produzida pelo fígado. Aliado a técnicas de microscopia crioeletrônica, foi possível desenvolver uma imagem em 3D da nanopartícula de ferritina com a “coroa” de spike.

 

De acordo com a principal autora do estudo, Abigail Powell, esta ainda é uma etapa inicial de testes com a vacina, que até o momento demonstrou ser eficaz em ratos com apenas uma dose. Além disso, buscam tornar a vacina resistente para temperatura ambiente, diferentemente das vacinas em estágio avançado, que precisam ser armazenadas em temperaturas entre 8 e -70 graus Celsius.


Link da notícia completa, clique aqui.