Cientistas alemães devolvem movimentos à ratos com lesão na medula espinhal

De acordo com o estudo de engenharia genética, os ratos voltaram a andar em até 3 semanas após o procedimento.

Cognys

  • 21/01/2021
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
Cientistas alemães devolvem movimentos à ratos com lesão na medula espinhal. (Fonte: Revista Exame)

Um estudo na Alemanha relatou que uma equipe de pesquisadores foi capaz de recuperar os movimentos de camundongos com paralisia, restaurando sua capacidade de andar mesmo após a lesão na medula espinhal. A pesquisa foi desenvolvida na Ruhr-Universität, em Bochum.

Os cientistas usamra uma proteína de sinalização “designer”, que faz com que as células nervosas se regenerem e “ensinem” as outras células como produzir mais proteínas iguais. Assim, ela reparou os axônios danificados de várias células cerebrais e de tratos motores na medula espinhal.

Os pesquisadores à frente do estudo alertam que, embora os resultados sejam promissores, o estudo ainda está em fase inicial. São necessários mais estudos para avaliar se o procedimento se mantém a longo prazo e se sua utilização fará efeitos em humanos em algum momento em um futuro, por enquanto, ainda distante.


Link da notícia completa, clique aqui.