Brasília e São Paulo registram primeiros casos da variante Delta do COVID-19

Identificado pela primeira vez na Índia, o vírus tem maior taxa de transmissão que as versões anteriores e já circula em 111 países.

Cognys

  • 22/07/2021
  • 0
  • 0
  • 0
Favoritar
Amostras foram coletadas para realização do sequenciamento genético da variante Delta (Fonte: iStock)

Na última quarta (21), as capitais federal e paulista registraram os primeiros casos da variante Delta no Brasil. Em Brasília, dos 67 casos suspeitos, 6 foram positivos; em São Paulo, onde já ocorre transmissão comunitária da nova variante, 12 casos foram confirmados e estão em acompanhamento pela Secretaria de Saúde do município.

No Distrito Federal, foram infectados três homens e três mulheres com idades entre 20 e 59 anos, residentes nos municípios de Planaltina, Santa Maria e no Plano Piloto. Um dos pacientes apresentou falta de ar, mas não precisou ser hospitalizado. Em São Paulo, duas amostras de sangue foram colhidas nas zonas leste e sul da capital e enviadas ao Instituto Butantã, que realizou o sequenciamento genético do vírus para identificar qual a linhagem que acomete cada paciente.

A variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, é 60% mais transmissível que as versões anteriores. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cepa já está presente em mais de 111 países e até o momento é considerada Variante de Interesse (VOI). Há suspeitas de que a realização da Copa América no Brasil tenha facilitado a entrada da variante no país.

Link da notícia completa, clique aqui

COGNYS
MEDICINA
saúde pública
variante delta
brasília
são paulo
fonte: O Globo